Os Leigos Boa Nova são jovens em Missão: anunciar Jesus Cristo, servir os mais pobres do mundo e promover a solidariedade, o desenvolvimento, a justiça e a paz.

.posts recentes

. D. António Couto vai apre...

. Conferência sobre Volunta...

. Ceia de Natal Comunitária

. Concurso de Ideias para a...

. Jornadas Missionárias 201...

. Pontes de Comunhão em Moç...

. "SER CRISTÃO É SER MISSIO...

. Voluntários partem em Mis...

. Espectáculo de Solidaried...

. É urgente agir a partir d...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

Envio missionário em Braga

Domingo passado, foi a vez da Comunidade da Cividade (Braga) viver a celebração do envio do da Catarina. Uma celebração discreta numa igreja imponente, que guarda em si um dos melhores conjuntos de talha da arquidiocese de Braga (ver nota sobre a Igreja).

De seguida, um bom almoço em S. Vicente de Penso, sua terra natal, proporcionou um bom convívio entre leigos e familiares.

A Catarina parte com a Ângela para Pemba (Moçambique), para continuarem os trabalhos na área da educação e na pastoral da paróquia Maria Auxiliadora.

 

Nota sobre a Igreja

A Igreja, integrada no edifício do Seminário Conciliar de S. Pedro e S. Paulo, foi “mandada construir pelos padres da Companhia de Jesus, sob os auspícios do Arcebispo D. Frei Bartolomeu dos Mártires e do Cardeal D. Henrique. De fachada alta e sóbria, virada para o Largo de S. Paulo, terminada em frontão triangular e vasada por uma só porta, em arco redondo, por duas janelas e um óculo, guarda no seu interior uma série de altares e retábulos em talha dourada, barroca, saídos das oficinas de Braga, até ao terceiro decénio do último século. No dizer de Robert Smith, esta igreja é «o Santuário de Arte Bracarense onde se guarda o melhor conjunto de talha produzida em Braga durante o reinado de D. João V». O grandioso retábulo da capela-mor é obra do entalhador Tomé de Araújo (1722); o de S. francisco Xavier é de Francisco Ferreira (1730); o de Nossa Senhora da Boa Morte, já mutilado, é de Luís Vieira da Cruz (1710). O belíssimo altar do Coração de Jesus, primitivamente de Nossa Senhora dos Prazeres, de arte rocócó, deve-se aos entalhadores Marceliano de Araújo (1754) e José Alvares de Araújo (1756), que o fizeram sob o risco do ínsigne arquitecto André Soares. Os dois painéis em azulejo que adornam as paredes da capela-mor, datáveis da década de 1720, são de autor desconhecido. As estátuas dos quatro evangelistas, de primorosa escultura, são do entalhador António Pinto de Almeida.”

http://www.diocese-braga.pt/seminarioconciliar/historia.html

publicado por Sérgio Cabral às 12:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

.Webstats4U

blogs SAPO

.subscrever feeds