Os Leigos Boa Nova são jovens em Missão: anunciar Jesus Cristo, servir os mais pobres do mundo e promover a solidariedade, o desenvolvimento, a justiça e a paz.

.posts recentes

. D. António Couto vai apre...

. Conferência sobre Volunta...

. Ceia de Natal Comunitária

. Concurso de Ideias para a...

. Jornadas Missionárias 201...

. Pontes de Comunhão em Moç...

. "SER CRISTÃO É SER MISSIO...

. Voluntários partem em Mis...

. Espectáculo de Solidaried...

. É urgente agir a partir d...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

"Uma Visão para a Cooperação Portuguesa"

Foi apresentado pelo Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação o documento "Uma Visão para a Cooperação Portuguesa" o qual pode ser consultado no seguinte endereço: http://www.ipad.mne.gov.pt/images/stories/Publicacoes/Visao_Estrategica_editado.pdf

 

 

A MISSÃO DA COOPERAÇÃO PORTUGUESA:

A missão fundamental da Cooperação Portuguesa consiste em contribuir para a realização de um mundo melhor e mais estável, muito em particular nos países lusófonos, caracterizado pelo desenvolvimento económico e social, e pela consolidação e o aprofundamento da paz, da democracia, dos direitos humanos e do Estado de direito.

 

 

“O documento de orientação estratégica aprovado pelo Governo Português, sob coordenação do Ministério de Negócios Estrangeiros mas com o importante contributo de numerosos outros ministérios, e contando com a opinião de um alargado conjunto de actores da sociedade civil, pretende servir de guião para a Cooperação Portuguesa para os anos mais próximos. Nele se sublinha a importância de trabalhar no âmbito dos mais importantes consensos internacionais, utilizando os recursos nacionais para alavancar outros contributos que possam igualmente concorrer para combater a pobreza e promover o desenvolvimento, particularmente na África lusófona e em Timor. Evitando qualquer tipo de centralização asfixiador, o documento aponta para mecanismos de concertação que possam evitar a dispersão dos esforços nacionais de cooperação para o desenvolvimento, valorizando a coordenação dos múltiplos e variados contributos da sociedade portuguesa. E no plano interno são referidas as reformas metodológicas necessárias para que a eficiência e eficácia dos recursos afectados à Ajuda Pública ao Desenvolvimento sejam maximizados.”

 

João Gomes Cravinho (Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação)

publicado por Sérgio Cabral às 22:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

.Webstats4U

blogs SAPO

.subscrever feeds